Materiais: Papéis para aquarela para iniciantes

Oi! Tudo bem? :D

Hoje trago uma novidade por aqui! :)

Quero que esse espaço seja um lugar para eu compartilhar, além dos meus processos criativos e trabalhos, um pouco da minhas experiências e aprendizados com relação a técnicas, materiais, etc. Pelas minhas andanças na internet, alguns sites e blogs tem sido fonte de informação e conhecimento muito preciosos para mim. Então seria massa se pudesse retribuir, ajudando alguém por aqui também!

Um tema que achei que seria interessante falar, e pelo qual decidi começar são os tais papéis para aquarela para iniciantes/estudantes.

Por que para iniciantes? ‘Não posso usar esses papéis citados e ser experiente ou já mandar bem?’ Ou: ‘Não posso ser iniciante e usar outros papéis?’ Bom, a resposta para as 2 perguntas é sim! Acontece que papéis de aquarela, mesmo nas suas versões mais acessíveis, não são realmente baratos (pelo menos se comparados com outros papéis mais comuns). Além disso, os papéis ‘de artista’/profissionais para aquarela são realmente uma facada um baita investimento! Acredito que você, caso seja de fato um iniciante, não vai querer, logo no começo pelo menos, investir seu rico dinheirinho para conhecer, testar e estudar com materiais muito caros.

Sobre papéis de aquarela:

A diferença entre os papéis de aquarela e outros papéis é que os primeiros tem uma absorção da água adequada ao receber as aguadas. Por isso eles não deformam tanto ou deformam ‘aceitavelmente’ (algo que também ajuda nesse aspecto da não deformação é a técnica de prender o papel em um suporte).

Existem papéis para aquarela com diferentes gramaturas e texturas. a princípio, quanto maior for o trabalho, maior deve ser a gramatura. Os acabamentos você pode escolher de acordo com a sua preferência. Geralmente podem ser divididos em rough (áspero), cold pressed (prensado a frio – textura fina – grão fino) ou hot pressed (prensado a quente – acetinado – liso). A textura mais popular é a cold pressed e, já li em alguns lugares, a hot press é a mais difícil de usar, pois dificulta o controle da tinta. 

Papéis para iniciantes/estudantes são projetados para ter uma textura/sensação semelhante aos ‘de artista’/profissionais, porém usam materiais diferentes na sua composição. Embora sejam papéis livres de ácido, não tem uma durabilidade similar aos profissionais. Esses, geralmente usam pano de algodão como matéria prima e podem durar por séculos. :O (Esse parágrafo adaptei do que li aqui.)

Impressões – Papéis para aquarela para iniciantes que já experimentei:

Canson Aquarela da Linha universitária

papéis colagem 1

Características: 300g/m², sem ácido, 12 folhas por bloco, um lado da folha tem uma textura ‘canelada’ e o outro é liso, no bloco não diz do que é feito.

Comentário: Esse papel é um dos mais acessíveis (acho que comprei mais barato no início do ano na Caçula, mas vi agora por R$ 18,06 o bloco A4 no site da Casa do Artista). Foi o primeiro papel de aquarela que eu experimentei. Sinto que, talvez por já ter mais experiência com ele (alguns meses), estou mais adaptada a usá-lo. Para a forma que eu tenho trabalhado, desenhando com lápis de grafite sobre a aquarela, sinto que ele se adapta bem pois ele não parece ser tão sensível a fricção do lápis. Pessoalmente, eu simpatizo bastante com a textura. :)

Trabalhos com esse papel: A maioria dos meus trabalhos com aquarela até o momento foram feitos com esse papel. Exemplo 01. Exemplo 02. 

Canson Montval Torchon

papéis colagem 2

Características: 270g/m², sem ácido, 12 folhas por bloco, textura torchon (pano de prato em francês, realmente parece :)) – na embalagem diz grain nuage/snowy surface… e no site da casa do artista diz que é ‘rugoso’ (mas não tenho certeza se corresponde exatamente a uma textura rough – se é que tem um padrão), 100% celulose.

Comentário: Esse papel é mais caro (R$ 30,96 o bloco A4 no site da Casa no Artista) e foi o segundo tipo de papel para aquarela que eu comprei. Na verdade comprei por engano, pois tinha visto boas indicações na internet do Montval e não sabia que tinha mais de um tipo. De qualquer forma eu gostei da textura do papel. O que me ‘incomodou’ foi que eu sinto que a frente do papel é ‘macia’ ao toque do lápis. Parece que eu vou machucar a superfície do papel, desenhando sobre a aquarela (o que não pode ser considerado realmente um defeito do papel, pois ele não foi desenvolvido para isso e eu que invento coisa :3). Testei usar o verso do papel e ele me pareceu ser mais firme. Porém (não sei se foi apenas uma primeira impressão), desse lado a absorção da tinta não pareceu se dar exatamente da mesma forma.

Trabalhos com esse papel: Exemplo 01. Exemplo 02.

Canson Montval

papéis colagem 3

Caraterísticas: 300g/m², sem ácido, 12 folhas por bloco, textura fina, 100% celulose.

Comentário: Na mesma faixa de preço do seu irmão Torchon (R$ 33,86 o bloco A4 no site da Casa do Artista). Comprei esse papel pois, além da curiosidade que já tinha, foi o papel indicado pelo no curso de pintura que estou fazendo. Ainda não fiz nenhum trabalho de verdade com ele (só exercícios e estudos), e estou ainda me adaptando. De acordo com o meu professor, a textura do Torchon interfere muito no trabalho. Pessoalmente eu gosto da aparência dele, mas essa versão normal é realmente mais ‘básica’, o que pode ser interessante.

Uma coisa legal sobre esse papel é que existe uma embalagem de 100 folhas dele. Então imagino que se você gostar bastante dele, pode comprar um bloco grande por um valor melhor (imagino, pois não achei o valor dele).

Filiard Renaud Profissional 30% algodão

papéis colagem 4

Características: 200g/m², sem ácido, 20 folhas por bloco, textura fina, 30% algodão. Tem escrito na parte de trás do bloco que pode ser usado para aquarela.

Comentário: O que me chamou a atenção com relação a esse papel foi o preço mais acessível (paguei cerca de R$ 12,00 o bloco A4 numa papelaria cara aqui do Rio então imagino que deva ter dele mais barato ainda por aí). Também me atraiu a quantidade maior de folhas e o fato de ter algodão (!) na composição. De acordo com  embalagem trata-se de um papel ‘profissional’. Por nunca ter ouvido falar desse papel antes  e por ter um preço mais baixo fiquei em dúvida quanto a qualidade antes de comprá-lo. Trata-se de um produto nacional o que acredito que possa influenciar no preço.  Ainda não fiz nada demais com esse papel, apenas exercícios. Em alguns deles, quando molhei demais o papel, estranhei a deformação. Porém achei que não deformou tanto quanto um papel comum e também tem o fato de ter uma gramatura bem menor com relação aos outros papéis que já testei. Como eu tenho a mão bem pesada não tenho certeza se é um papel muito adequado pra mim, mas seguirei testando e quem sabe não faço um update por aqui. Em último caso, ficará sendo um papel para os meus exercícios. :)

Um papel para iniciantes que eu gostaria de experimentar:

Bloco XL Canson Aquarelle
canson divulgação
Imagens divulgação da Canson (fonte)

Características: 300g/m², sem ácido, bloco com 30 folhas.

Comentário: Como boa parte dos criativos, sou uma grande fã de sketchbooks/caderninhos! ♥ E esse bloco da Canson, além de ter 30 folhas, tem aspiral e picotes nas folhas para destacá-las! A primeira vez que comprei papéis para aquarela, eu vi esse bloco para vender e o valor por folha ficava parecido com o da linha universitária. Acabei optando por ela que era mais barata, já que tem menos folhas. Depois procurei por ele em diferentes ocasiões e em várias papelarias aqui no Rio, mas ainda não achei. :/


Por hora essa é a minha experiência com papéis de aquarela para iniciantes. Espero que seja útil e que você goste. Caso tenha alguma dúvida, experiência para compartilhar ou sugestão, deixe seu comentário! ;)


Adendo:

poesia pessoal_mãe
Uma ilustração feita com aquarela em um papel ‘comum’… (Recebeu um tanto de edição.)

Minhas primeiras experiências com aquarela, foram em papéis para outras finalidades. A pintura fica horrível? Não necessariamente. Mas realmente o papel fica bastante deformado e esquisito. Algumas dessas experiências, usei para fazer ilustrações (que considero bonitas), editadas digitalmente. Porém, caso você queira guardar sua pintura bonitinha, enquadrá-la ou apenas não precisar recorrer a um tanto de edição, recomendo fortemente investir num desses papéis para iniciantes. Não são tão caros e o resultado final (em especial pela não deformação do papel) é bem melhor.

Também são vendidas folhas de papel para aquarela. É outra forma de começar investindo menos.

Veja também:

  • Juca Delinie

    Adorei o post. Obrigada pelas dicas que iram ajudar muito na hora de comprar. Eu sinceramente não entendo nada de materiais de pintura, mas adoro pintar e desenhar. Bjss
    Ps.: O blog é lindo.

  • Lili Ana

    Que bom que gostou!! :) Penso em fazer mais posts de dicas! Acho legal compartilhar esse tipo de experiência conforme a gente aprende. :) Uma boa dica é ter noção do seu objetivo com o desenho ou pintura e pesquisar algo que atenda bem esse objetivo. ;) Obrigada pela visita e elogio e seja sempre bem vindo!

  • Rafa Medina

    Adorei as dicas e adorei saber que tem mais pessoas do RJ que também não encontram materiais com facilidade. Não estou encontrando nem aquarela em pastilha da Sakura aqui, vou ter que encomendar online. T_T

  • Lili Ana

    Que bom que gostou das dicas! Realmente aqui não é tão fácil de encontrar os materiais, ainda mais agora que estamos sem a Caçula do Centro… :/ Não sabia que existia pastilha da Sakura!

  • Lili Ana

    Oi, Rafa! Sem querer me meter, mas já me metendo, joguei o estojo da Sakura no Google, e não achei muito barato não. Acho que talvez valha mais a pena você investir um pouquinho mais num estojinho da Cotman, cujas tintas, pelo que fiquei sabendo, tem uma permanência melhor. (Não sei se as pastilhas são melhores, mas pelo menos é o que fiquei sabendo com relação as bisnagas… e realmente não achei uma tabela de permanência das tintas ou algo assim.)

  • Rafa Medina

    Oioi! Vou fazer um curso que pede aquarela em pastilha e não em bisnaga, eles pediram da linha Cotman q é mais cara que a Sakura quando falamos de partilhas. Fui na Caçula do Centro sábado, nem sabia que estava fechada, mas pelos menos eles disponibilizaram transporte gratuito para a de São Cristovão, que por sinal tem poucos materiais.

  • Lili Ana

    Entendi! Sei que é mais cara, mas acredito que possa compensar o investimento, caso você tenha condições de fazê-lo. Conheço uma pessoa que vende bisnagas da Cotman por um preço bom, mas não sei se ela vende pastilhas… caso vc queira o contato me manda seu e-mail.

  • Rafa Medina

    Eu já comprei, foi ontem mesmo! rs
    Mas eu dei uma pesquisada e todos falam muito bem da Sakura também, brigado pela ajuda!

  • Lili Ana

    Massa!

  • Rafa Medina

    No fim das contas acabei trocando a marca para o estojo da Cotman, vou deixar para experimentar os da Sakura depois, mesmo apaixonado pelo estojo deles e saindo mais em conta resolvi fazer com a que o professor pediu, no caso essa Cotman. Agora estou correndo atrás de papel 100% algodão, quero morar em Sampa, lá tudo parece mais fácil pra quem se envolve com arte. T_T

  • Lili Ana

    Que bacana! Espero que aproveite! Já começaram suas aulas? Já vi esses papéis 100% algodão na Caçula… Mas ainda não tive coragem de comprar… Quem sabe o professor do seu curso não tenha uma dica de mais algum local que venda. E realmente São Paulo é um mundo!

  • Rafa Medina

    Minhas aulas começam dia 13, será uma semana corrida de curso terminando dia 17. Esse curso tá vindo de Sampa então eles n conhecem as lojas daqui, mas é um curso bem famoso lá, é da Quanta Academia de Artes. Eu não tinha achado na Caçula da primeira vez que fui, mas vou tentar ver de novo, eu comprei um igual a esse que nessa postagem vc disse que mais usa, sendo que ele é 100% de fibra de madeira, caso não encontre o de algodão vou com esse mesmo. rs

  • halfcashmere z

    Post ótimo pra dimensão pra quem está começando com aquarela (meu caso) consegui um papel ótimo que não sei a marca mas é importado com um amigo mas estou louca desvairada atrás de um sketchbook (aka um moleskine mais em conta) que aguente aquarela… você sabe de alguma marca? também moro no Rio, mas creio que seja dificil de achar em loja física, então talvez alguma online faça o serviço! Alias, aonde voce compra pinceis de aquarela? também tem algum kit ou algo similar para iniciantes em alguma loja fisica/online? Desculpa por tantas perguntas, mas realmente não to achando muitos lugares com essas informações!
    Obrigada mesmo pelas dicas!!

  • Olá! Obrigada pela visita e elogio!

    Exatamente como moleskine e que aguente aquarela não sei informar… Porém sei que o pessoal tem usado muito cadernos artesanais feitos com papéis próprios para a técnica. Duas marcas que conheço que fazem e vendem pela internet são Miolito e Zoopress. Também conheço uma marca que faz cadernos lindos sob encomenda chamada Design de Baunilha (também vende pela internet). Acredito que se você encomendar pode especificar que seja feito com papel para aquarela.

    Pincéis eu já comprei em diversos lugares (no Rio, na Calunga e na LM – Papelaria que tem no largo do machado). Embora essa do Largo do Machado seja uma papelaria meio carinha, lá tem pincéis da Keramic (não vi ainda em outro lugar aqui no Rio). Dos pincéis sintéticos, geralmente mais recomendados para iniciantes até por serem mais em conta, são meus favoritos. (Recomendo os de cabo azul claro para aquarela). Se não me engano lá vi um kit de uma marca que não conheço… mas teria que pesquisar se é bom. Caso compre avulsos, a princípio vc pode comprar um pincel redondo grande, um médio e um fino. Eu gosto tb de ter pincel chato… mas tem gte q não gosta. Sempre observar que tem que ter cerdas macias.

    Sem problemas pelas perguntas! Estou a disposição para ajudar, assim como tenho sido ajudada aí pela internet. Você me deu a ideia e vou me programar para fazer um post sobre esse assunto nas próximas semanas. ;)

    Te recomendo o blog da Juliana Rabelo, lá já tem muitas dicas… Embora eu ache que ela tem uma visão diferente de mim em alguns aspectos (quanto a materiais), aprendo muito por lá.

    Abraços!

  • Comprei o Canson Aquarela da Linha universitária e um lado é texturizado e outro não… meu marido diz que é pra pintar do lado liso, eu achava que era pra pintar do lado texturizado e minha sogra (que não pinta aquarela, mas pinta outras coisas hahaha) disse que podia pintar dos dois lados pra aproveitar o bloco (que é caro)… o que você me diz disso?
    (eu achei válido o argumento da minha sogra e estou usando os dois lados, já que por enquanto estou aprendendo e fazendo estudos – mas queria saber sua opinião hahaha)

  • Oi, Mayra! Minha irmã fez um workshop de aquarela recentemente e a professora disse pra usar os 2 lados desse papel… Pessoalmente, tenho a impressão de que o lado texturizado absorve melhor a água (e lembro do meu próprio professor falar que existia lado pra usar os papéis – embora ele não usasse esse da linha universitária)… Mas não saberia dizer se existe algum argumento fora esse para o não uso dos 2 lados. Acho que pra praticar você pode usar os 2 lados, se se sentir bem com isso… e que isso não te atrapalha (embora o papel para aquarela seja o que funciona para absorção de aquarela, sei que tem gente que usa papéis ‘inadequados’ – tipo kraft – e faz coisas lindas). Pessoalmente, pra economizar na hora de praticar, gosto de cortar a folha a4 em pedaços menores tipo a5 ou a6. :*

  • ahhh entendi! obrigada <3