Ilustrações: Namastê da Sororidade e outras faces femininas

Oi, tudo bem com você? Espero que sim! :)

Uma das minhas resoluções para 2016 é ser mas consistente nas minhas atualizações aqui do blog! Então, cá estou! :)

Entre julho e agosto do ano passado, fiz um desafio de 30 dias pra rabiscar bastante e acumular algumas ideias (inspiradas nos temas feminino, natureza e poesia), que eu planejava usar mais pra frente como subsídio pras minhas ilustrações.

Em dezembro, consegui me dedicar a desenvolver alguns trabalhos baseados nessas ideias. E hoje vou mostrar um pouco do que andei produzindo:

lilacpow_feminino_02
Nossa Senhora das Graças
lilacpow_feminino_03
As ‘graças’ mais de pertinho… :)
lilacpow_feminino_04
Maravilhas
lilacpow_feminino_05
Sereia

O que tenho tentado fazer é traduzir ‘pro meu estilo’/brincar com alguns ‘arquétipos’ do feminino. Eu gostaria de fazer isso de uma forma não estereotipada (estou tentando mas não tenho certeza se fazendo uma coisa consigo excluir totalmente a outra… mas de qualquer forma continuarei tentando refletir e produzir sobre o assunto e crescer/diversificar mais minha coleção de faces do feminino).

lilacpow_feminino_06
No creo en brujas, pero que las hai, las hai.

Quanto a técnica, a novidade é que estou praticando usar canetas nankin descartáveis na arte final nas ilustrações! Se você é novo por aqui, talvez não saiba, mas antes eu costumava usar lápis 6b pra isso. Tive a oportunidade de ter meu portfólio analisado pelo ilustrador Renato Alarcão e ele me aconselhou a mudar essa forma do acabamento dos meus trabalhos.

Confesso que fiquei um pouco resistente, pois eu achava que ficava bonito… Mas me incomodava a possibilidade eterna do desenho manchar quando eu o manuseava, então resolvi ouvir o conselho e experimentar um acabamento mais estanque. Tenho gostado de descobrir as possibilidades que a caneta proporciona. Tenho tb uma pena aqui em casa e comprei nankin para testar, mas parece bem mais difícil.

lilacpow_feminino_07
Princesas I e II
lilacpow_feminino_08
Princesa III – ‘Era uma vez… Numa galaxia distante…’

Atualmente eu tento fazer meu trabalho de forma a transmitir beleza, tranquilidade e alegria. Talvez por parecerem coisas bobas, vejo que são valores facilmente desprezados nos dias de hoje em favor de outras coisas (que acredito que podem ser também muito importantes), mas sinto que são aspectos necessários para a integridade do ser humano (e a minha!)… e com os quais eu me sentiria muitíssimo satisfeita em contribuir.

lilacpow_feminino_09
Namastê da Sororidade

Entre as ilustrações acima, o conceito que eu mais gosto é o do ‘Namastê da Sororidade’. Sororidade é uma palavra que diz respeito a irmandade entre as mulheres… Eu vejo como sendo tipo uma empatia específica do feminismo. Acho que é uma palavra que tem muito a ver e combina com Namastê, um cumprimento respeitoso que significa algo como ‘o deus que habita no meu coração, saúda o deus que habita no seu coração’. Acho muito poético e lindo. :)

Além dessas ilustrações, fiz algumas outras com as quais não fiquei muito satisfeita. Provavelmente devo tentar fazer novas versões delas. Quando isso rolar ou eu criar coisas novas baseadas no meu caderno do desafio, faço um novo post.


Como contei aqui, estou trabalhando para lançar a minha lojinha ainda esse mês. Essa ilustrações devem ser parte da primeira ‘coleção’ a aparecer por lá.  Ainda não tenho certeza se essa coleção vai ter um nome… Mas acho que seria legal se tivesse! Aceito sugestões com relação a isso e ideias para novas ilustrações! :)

Beijos!

Lila

Ps. Vou tentar fazer alguns posts mais um pouco mais concisos. Não tenho certeza se funcionou muito, mas tentei falar um pouco menos nesse. Eu gosto muito de escrever e quando começo, confesso que me empolgo e fico um bocado frenética… e tento fazer posts  interessantes, gostosos de ler e bem informativos, mas gostaria também de não cansar as pessoas. :P Como quero fazer posts mais frequentes também preciso que eles sejam um pouco menos trabalhosos. E embora eu curta escrevê-los, posts longos demais me consomem bastante tempo. Espero que seja uma mudança para melhor, mas caso você tenha alguma crítica ou sugestão com relação a esse formato de post, por favor, me conta! Em todo caso, sigo experimentando.

Ps. 2 Esses trabalhos já tinha aparecido ao menos parcialmente no meu Instagram, te convido a me seguir por lá pra ver novidades ilustradas (ou só rabiscadas), gatos <3 e outras inspirações do dia-a-dia.

Veja também:

  • Lindo!

  • <3

  • Só vi lindezas nesse post! <3 e só agora reparei que tuas meninas estão sempre de olhos fechados!!! não sei se tu faz isso conscientemente, ou se por limitação, mas acho que combina muito com a poética das tuas ilustrações. E acho que o nanquim trouxe mais firmeza para o teu traço mesmo, Lili, as linhas parecem mais bem definidas. É sempre bom testar materiais e técnicas diferentes… e misturá-las também! Mas teu trabalho está cada vez mais lindo e delicado mesmo! Gostei muito dos teus conceitos também! Acho muito importante trabalhar com conceitos, dá mais consistência ao trabalho… Isso é algo que eu ainda estou buscando, por que, realmente, por enquanto só desenho bonequinhas T__T Sobre o tamanho dos posts, acho que tu tem que ser tu mesma, e pronto! Se ficar comprido demais, ou curto demais, não tem problema, desde que tu seja sincera e verdadeira com o que tu acredita e passa em informação. Quando a gente gosta do que escreve, o texto transmite isso, e o leitor capta! ;) pelo menos, eu acredito nisso. hehe bjsss :************

  • Oi, Bia! Que amor seu comentário!!! E que bom que gostou das minhas ilustras! <3

    Eu tenho gostado mesmo de fazer os olhos fechados… acho que fica uma coisa sonhadora… :) Esse 'estilo' de desenhar é relativamente recente. Antigamente, antes do meu intervalo sem desenhar, meus desenhos eram mais realistas e nunca tiveram um estilo mais frequente como agora. Quem sabe um dia não faço um post fazendo uma retrospectiva que nem a que vc tem…

    Tou gostando de usar o nankin… acho que antes eu ficava insegura com a possibilidade de não apagar… Talvez eu fosse como as pessoas que tem medo de pintar pra não estragar o desenho só que com medo de caneta e perder a graça do meu traço na arte final. :P

    Também acho legal pensar no conceito… tb é uma coisa recente e acho que fruto de um amadurecimento mesmo (até pessoal – coisa boa dos 30? :P)… tou longe ainda do que eu considero ideal… mas é bom saber que estou conseguindo avançar nessa parte. Se vc tem vontade, talvez uma forma de te ajudar a evoluir nesse aspecto é pensar no que vc gostaria de transmitir com seu trabalho e tb analisar que elementos que já aparecem naturalmente/inconscientemente nele e que você mais gosta… e tentar reforçar isso. De repente rola tb pensar coisas que vc gosta de outras áreas da vida e testar como elas poderiam ser incluídas. Não sei se faz sentido… Mas acredito que com trabalho e reflexão, vai rolar! :)

    Quanto aos textos, acho que vc tem razão! Eu gosto de escrever… mas nem sempre sei se gosto do que escrevo… ou se me acho chata. T_T Talvez esse seja um desafio pra mim de não ligar pro que os outros vão achar e só ser eu mesma. Vou tentando melhorar nessa parte tb.

    Beijos!!!

  • ahhh faz um post, sim, com a tua retrospectiva!!! <3 acho que nunca vi um trabalho mais realista teu! T__T E obrigada pelas dicas sobre conceitos, acho que fez sentido, sim. Adorei! Vou pensar nisso com carinho, com certeza, porque eu estava bem perdida nisso mesmo! Esse ano chego aos 30 também, quem sabe consigo esse amadurecimento esse ano, então! T__T haha bjsss :***********

  • Vou fazer, Bia! Anotei na minha lista de ideias pros próximos posts. ;) Mais uma ‘dica’: Desde os meus 28 anos tenho tido oportunidade de buscar auto-conhecimento… algo que eu era muito muito carente e que acho que tem sido uma das coisas mais importantes nesse amadurecimento! Não sei se é algo que vc possa precisar tb… mas olhar pra dentro pode ser importante. :) Beijos!

  • Thatyane Mendonça

    Apaixonada pelas ilustrações e as temáticas delas!!! Acompanhei seu desafio ano passado e me lembro de alguns sketches, o resultado ficou d+. Ah, to na torcida pelo sucesso da sua lojinha.
    bjosss

  • Oi, flor! Que bom que você acompanhou antes e gostou do que tá aparecendo agora! Estou contente com esse processo e empolgada com o que vem pela frente! Muito obrigada pela torcida! :) :****

  • Lila, que trabalhos LINDOS! Estou muito feliz de ver seu estilo se desenvolvendo e evoluindo. Muito linda a maneira como você usa e explora várias técnicas. E que massa deve ter sido o Alarcão ver seu portfólio, hein? :D Poxa, que legal. Parabéns pelas tuas produções, moça!

  • Mulher, que honra esse comentário! Você é uma grande influência pra mim por mais que nossos estilos não sejam lá muito parecidos… :) <3 Obrigada mesmo!!! Foi muito massa sim! Na real ele viu uns trabalhos antigos meus e meus cadernos… mas ja pude absorver bastante coisa! Se você voltar a viajar pra fazer curso, vale a pena fazer o curso de tecnicas de ilustracão dele (tb tenho vontade de fazer o curso teórico que ele dá). Inclusive se vc for pro Rio a passeio, vale tentar combinar dele olhar suas coisas e analisar (vc já foi aluna dele, acho q ele deixaria vc pagar uma aula de ateliê pra fazer isso). É um mestre mesmo!

  • Olho para os teus trabalhos e penso direto em uma zine ou então em vários produtos de lojas como o Colab55. Acho que podes tentar algo do tipo, teu estilo é muito vendável, além de lindo. Pensa nisso com carinho ;)

  • Oi, Lidy! Obrigada pelos elogios e apoio! :) Já pensei em fazer zine… mas tu pensa nos meus trabalhos numa história ou tipo numa coletânea? Pq em termos de história, acho muito legal… mas não tenho nenhuma experiência nem segurança no assunto. Estou trabalhando pra lançar minha loja ainda esse mês! Confesso que tenho um pouco de birra com essas lojas pras quais se terceiriza o trabalho de ‘produtização’ e envio, mas talvez valha a pena testar e ver na prática se pode ser uma boa alternativa pra mim. Realmente é complicado ter a variedade de produtos que eles oferecem numa loja própria… pelo menos num 1º momento. Não custa nada testar, né? Beijo!

  • Para um zine eles não precisam estar conectados a uma história, pode ser só uma coletânea sim. quanto à loja, o Colab tem muita qualidade nos produtos e são bastante atenciosos com os clientes, vale a pena ;)